2.11.2013

Na real, no mundo real do "Planning"


ERP na prática...real.  Enterprise Resource Planning what ? 

Será que os gestores conhecem que  palavra ERP tem um "P" de Planning ou Planejamento ?!

Nas metas de uma empresa hoje uma delas é ter um fluxo de informação definido e claro, desde seu ambiente de produção de produtos até ao seu escritório que normatizam o dia a dia dos setores financeiros, fiscal, recursos humanos. 
É necessário muitos ajustes em infra-estrutura de Tecnologia da Informação (TI) para receber os pacotes de gestão empresarial (ERP) são normais. 
No entanto, antes de qualquer decisão, rumo à substituição total de microcomputadores, servidores e equipamentos de rede, é preciso observar o que pode ser reaproveitado. Especialistas indicam que se aproveite ao máximo o que esteja implementado em casa e a própria experiência prévia com sistemas integrados do tipo ERP.
Mas como isso pode ser feito? A primeira ação é radiografar a infra-estrutura, não só o que se tem hoje, mas também o que seria desejável com a entrada do pacote de gestão, como forma de planejar os investimentos necessários. Processos de tecnologia bem-definidos para a adoção do pacote de gestão são extremamente importantes, pois eles facilitam os ajustes da infra-estrutura. Como processos, entendam-se abordagens e diretrizes tecnológicas, entre elas a padronização de sistemas operacionais e a uniformização da compra de equipamentos.
Um possível impacto negativo dos sistemas e máquinas legadas – que já existem na empresa – pode ser minimizado com a compra de softwares de integração, responsáveis pela ponte entre o ERP e o que a empresa já tem. Outro aspecto importante que permeia a introdução de um sistema de gestão é o da segurança. Não é preciso montar uma política específica para a área – caso a empresa não a tenha, é claro -, mas é essencial criar diretrizes de concessão de acessos.

Afinal, nem todos os funcionários precisam ou devem acessar o ERP. Outra indicação universal é que, independentemente da infra-estrutura, a empresa mantenha um ambiente de desenvolvimento/testes de implementação do ERP e outro de produção dos sistemas atuais até ter certeza de que o projeto está seguro para ser efetivada a troca.

Ou seja é indicado que qualquer empresa tenha serviços contratados ou tenha um equipe que cuide das seguintes atividades :

1. Desenvolvimento / Customização 
2. Validação de escopo funcional
3. Teste

ERP é um software embora já pronto, mas muito provavél que não entre em sua empresa pronto e aderido ao seu processo...




No comments: