3.22.2010

Será qual o caminho para implantar um ERP



Fazer a implantação de um sistema ERP é uma grande jogada, pois são considerados pacotes comerciais, desenvolvidos a partir de modelos-padrão de processos, visando à integração dos sistemas de diversas áreas da empresa. Isso quer dizer que você pode usar o sistema a favor do seu negócio correto? Correto, o sistema quando bem implementado, bem pensado, pode fazer o rendimento de a empresa mudar completamente.
 
A cultura da empresa muda, um projeto de implantação de ERP, além da preocupação com prazos, qualidade e custo é necessário uma gestão de conflitos e mudança. Uma empresa que tem uma cultura de empresa setorizada não consegue trabalhar de uma forma integrada, onde o serviço de um setor depende da finalização do serviço de outro para ser concluído.
 
A empresa após a implantação do ERP tende a ficar integrada, as grandes empresas pensam em ERP para gerenciar a sua informação, porém se a empresa não tiver uma maturidade não terá sucesso na automatização do seu processo, neste momento a profissão de gerente de projetos , gerente de projeto de software, arquiteto de software, tem um valor inestimável, pois o sucesso de uma implantação correta faz com que a empresa se torne muito mais competitiva no mercado e o retorno sobre o investimento seja mais rápido, no caso de uma implementação ruim, errada, tendo diversos retrabalhos e a companhia ficará muito vulnerável aos competidores.
 

Como é um processo de implantação de Projetos de ERP

 
O processo de seleção quando está adquirindo uma solução corporativa não é simples, envolve tempo, responsabilidade, e união da equipe estratégica da empresa, bem como um objetivo claro da real necessidade da empresa de conter uma solução que automatizará processo.
 
Se uma empresa apressa-se em instalar um sistema empresarial sem ter um claro entendimento de suas implicações para o negócio, sem uma definição clara de seus requisitos funcionais, o sonho da integração pode tornar-se um pesadelo, assim como a não definição clara dos requistos não funcionais para a integração de serviços.
 
Existem diversas maneiras de se implantar um ERP, as consultorias geralmente se utilizam de uma mistura de métodos até chegar a um modelo padrão.
 
Existem empresas de Software que possuem uma metodologia própria de implantação, customizadas por elas mesmas através de suas experiências, algumas situações o cliente indica alguma metodologia dele. Essas metodologias geralmente são pesquisas realizadas de projetos anteriores, o que chamamos de lições aprendidas com sucessos e insucessos.
 
A empresa alemã SAP desenvolveu o método ASAP de implementação de projetos que tem uma grande eficácia, a SAP compreende o seu projeto de implantação com base nas ações padrões da metodologia deles.
SAP AG
 
1 - Project Preparation – ASAP
 
Project Preparation é o inicio do projeto, nele são definidos os Key-Users (Usuários Chave), bem como planejado toda a definição estratégica do sistema.
 
Neste processo as definições a seguir são seguidas:
 
- Definição do escopo de implementação.
- Definição da estratégia de implementação
- Definição da organização e padrão de documentos.
- Definição do cronograma da implementação
- Treinamento da equipe de projeto quanto ao método de implantação
 
 2 -  “Business Blueprint” – Modelo dos Processos de Negócio
 
O principal objetivo desta fase é gerar um documento denominado “Business BluePrint”, contendo os cenários, processos e os requisitos de negócio da empresa.

Neste processo as definições a seguir são seguidas:
 
- Definição da estrutura organizacional da empresa;
- Desenho dos processos;
- Revisão dos processos de negócio;
- Documentação do escopo/desenho dos processos;
- Treinamento da equipe de projeto nos processos abordados.
3 - “Realization” – Realização
 
O propósito desta fase é a execução do “Business Blueprint“.
 
Neste processo as definições a seguir são seguidas:
 
- Parametrização do sistema e da estrutura organizacional;
- Desenvolvimento e Customização dos processos baseados no “Business Blueprint“.
- Criação dos perfis de autorização;
- Testes integrados.
 
4 -   “Final Preparation” – Preparação Final
 
O objetivo desta fase é analisar e preparar o projeto para o Go Live.
Nesta fase as tarefas principais são:
- Plano de entrada em produção;
- Teste da carga de dados/Volume de dados;
- Treinamento dos usuários finais;

5 - “Go Live” – Entrada em Produção
 
O propósito desta fase é a entrada em produção do sistema.


No comments: